quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

João Maia almoça com Micarla para tentar convencê-la a apoiar Iberê

Deputado quer atrair prefeita de Natal para o palanque do vice-governador. João Maia vai oferecer vaga de vice na chapa de Iberê ao PV.
O deputado federal João Maia (PR) decidiu arregaçar as mangas e cair em campo para ajudar o vice-governador Iberê Ferreira de Sousa (PSB) a montar o palanque com vistas à sucessão estadual. Após a reunião de quase duas horas, ontem (27), com Iberê, João Maia almoça hoje com a prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), para tentar conquistar o apoio da pevista ao projeto eleitoral do vice-governo. A grande moeda de troca para seduzir a prefeita é a possibilidade do PV indicar o vice na chapa de Iberê. O almoço – a portas fechadas – será no Palácio Felipe Camarão, sede do Executivo Municipal. Micarla e João devem conversar sobre questões administrativas, mas o cardápio principal do convescote será a sucessão da governadora Wilma de Faria. A estratégia para atrair Micarla foi definida no encontro de ontem entre João Maia e Iberê. O republicano é próximo da prefeita e mantém cargos de confiança na administração municipal, como a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), ocupada pelo advogado Kelps Lima. O almoço, aliás, foi proposto por João Maia. Com essa movimentação, o parlamentar deixa claro que o apoio a Iberê não será só da boca para fora. João Maia está disposto a trabalhar efetivamente pela eleição do pessebista. A missão de atrair Micarla é seu primeiro teste de fogo.

PORTAL NO MINUTO

Prefeitura inaugura seis telecentros esta semana

Basta um clique e você está virtualmente dentro do museu do Louvre, em Paris, ou então na Biblioteca Central de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Esse é o tempo da internet, talvez a ferramenta de comunicação mais eficiente, rápida e globalizada do mundo. Tanto que os outros veículos de massa logo se renderam a ela: televisão, rádio e jornal, estão todos na rede mundial de computadores. É mesmo impossível imaginar a vida sem essa poderosa "máquina do tempo" que pode transportar você para qualquer lugar do planeta, e fazer com que as informações circulem de maneira incrivelmente veloz.E a partir de agora, o cidadão natalense entra nessa era digital através dos Telecentros Comunitários, por meio de um Programa do Ministério das Comunicações, em parceria com Prefeitura do Natal, que será desenvolvido pela Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social - Semtas. Ao todo são seis Telecentros distribuídos pelas quatro regiões administrativas. Somente em uma semana Prefeitura inaugurou as seis unidades. Nesta primeira fase, as comunidades beneficiadas foram Panatis, Mãe Luiza, Guarapes, Cidade Nova, Lagoa Seca e Neópolis. "Fomos a Brasília buscar essa importante parceria para os cidadãos natalenses que ainda não têm a oportunidade de ter um computador em casa. Estamos certos que todos os meses de trabalho e negociação para implantação das unidades valeram à pena porque quem sai ganhando é a população que mais precisa", diz o secretário adjunto do Trabalho, Alcedo Borges.A parceria com o governo federal garantiu dez computadores, um servidor e um ponto de banda larga para cada uma das unidades, além de mesas e cadeiras. Em contrapartida, a Semtas investe com espaço físico, adequação do imóvel - de acordo com as recomendações do ministério - e manutenção da unidade e da equipe profissional. Em cada unidade foram investidos mais de R$ 60 mil, o que representa mais de R$ 360 mil empregados nas unidades. "Nosso investimento é grande, mas sabemos que os cidadãos beneficiados irão se sentir incluídos nesse caminho virtual que só avança a cada dia.E que ainda terão a chance de se qualificar com os cursos que serão oferecidos. Essa é mais uma ação que aumenta as oportunidades de empregabilidade e geração de renda para o cidadão", declara a secretária da Semtas, Rosy de Sousa.Os espaços escolhidos para instalação dos Telecentros passaram por reformas e adequações. O ministério pede um espaço mínino de 48 metros, ar condicionado para conforto dos cidadãos e melhor rendimento dos equipamentos, e banheiros e salas com garantia de acessibilidade. "Seguimos à risca as sugestões do governo federal. Investimos para que cada unidade pudesse ser além de útil, também agradável e acolhedora", ressalta Jaqueline Maia, Coordenadora dos Telecentros que acompanhou de perto o desenvolvimento de cada obra.E para garantir a segurança dos cidadãos e também dos equipamentos, a prefeitura investe em sistema de segurança 24 horas. Todos os equipamentos estão monitorados com segurança eletrônica. "Os computadores são firmemente guardados com materiais de aço, e cada unidade possui vigia noturno", garante o secretário adjunto da Semtas, Alcedo Borges.Os Telecentros funcionam de segunda à sexta, das 8h às 17h, e cada usuário terá acesso de 30 minutos por dia, ou tempo ainda maior dependendo da demanda da unidade. "Tomamos o cuidado de solicitar autorização dos pais para que as crianças só utilizem os computadores no contra fluxo da escola, e ainda bloqueamos todo e qualquer tipo de site com conteúdo inadequado para as crianças e adolescentes", ressalta a gestora, Rosy de Sousa.As unidades irão oferecer de maneira gratuita para toda a população acesso livre em banda larga para navegação na internet, e ainda serviço de impressão de documentos como comprovante de inscrição de concurso, boleto para pagamento de contas, e currículos. "Depois do terceiro mês estaremos oferecendo também cursos para os usuários, como o básico de navegação, alfabetização digital voltado para a linguagem do sistema Linux, e o básico de informática", revela a secretária.Até o fim deste primeiro semestre, outras quatro unidades serão entregues à população, sendo que três delas serão com recursos próprios da prefeitura. "O principal objetivo desse programa é que a alfabetização digital chegue às comunidades de baixa renda e que seja um meio de qualificação profissional para os jovens desses locais. A nossa meta é entregar para a população 30 telecentros até o fim da gestão da prefeita Micarla de Sousa", diz Rosy de Sousa.
Sobre os telecentros:
O programa do Telecentros Comunitários é coordenado pela Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) através de uma parceria com o Ministério das Comunicações. Cada unidade conta com profissionais capacitados para ajudar os usuários no melhor aproveitamento dos computadores e da Internet.A coordenação do Programa calcula beneficiar mais de 20.000 pessoas por mês nos seis Telecentros. Os computadores são equipados com softwares livres e o programa em Natal já integra o Observatório Nacional de Inclusão Digital (Onid).

JORNAL DE HOJE

Iberê Ferreira reúne aliados para definir coordenação

O vice-governador Iberê Ferreira, candidato a governador pelo PSB, ainda não escolheu quem estará na chapa como vice, mas dedicou esta semana para reunião com possíveis aliados no pleito. Ontem, ele esteve reunido com o deputado federal João Maia, presidente estadual do PR. O encontro ocorreu menos de 24 horas depois da conversa com o deputado federal Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB.
Durante o encontro de ontem, João Maia e Iberê Ferreira demonstraram preocupação com as divergências entre PSB e PR que ocorre em alguns municípios. Para isso, hoje estarão reunidos novamente e farão um mapeamento das cidades onde precisam atuar para “resolver os conflitos”. “As eleições municipais deixam alguns problemas e temos que encontrar uma forma de resolver”, disse o vice-governador. Ele relatou que no encontro com o líder do PR mostrou a estrutura da campanha e ouviu algumas ideias. “Amanhã (hoje) João Maia já trará o nome de pessoas ligadas a ele que estarão atuando nos municípios e na coordenação de campanha”, frisou o candidato do PSB. Sobre a escolha do candidato a vice-governador, cargo para o qual foi cotado o deputado federal João Maia, Iberê Ferreira afirmou que esse assunto não esteve em pauta, já que o foco foi a estrutura de campanha e a solução dos “conflitos municipais”.Já na reunião com o deputado federal Henrique Eduardo, ocorrida na tarde da última terça-feira, Iberê Ferreira ouviu a disposição de “atuar na campanha”, mas a ponderação de que o PMDB não indicará um representante para coordenação, já que estará dividido no pleito. O senador Garibaldi Filho apoiará a candidatura de Rosalba Ciarlini (DEM), enquanto o parlamentar federal peemedebista estará no palanque do PSB. Na reunião com Henrique Eduardo o vice-governador também ouviu a disposição do peemedebista de conversar com o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo, que mantém a pré-candidatura ao Governo. “A luta é da base do presidente Lula ser vitoriosa aqui. Estamos tendo um diálogo franco, aberto e vamos chegar a vitória. A candidatura de Carlos Eduardo é respeitável, foi um bom prefeito de Natal. Não podemos é fazer uma estratégia que dê resultado para oposição”, destacou.

TRIBUNA DO NORTE

Médicos faltosos serão demitidos

Os 101 médicos que não se recadastraram na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal terão 30 dias para voltar ao trabalho e apresentar justificativa. Caso isso não ocorra, esses profissionais serão demitidos por justa causa. A informação foi divulgada pela secretária municipal de Saúde, Ana Tânia Sampaio. Os 101 profissionais representam 12% do total de 787 médicos que são lotados na secretaria. A primeira medida adotada pela SMS como forma de punir os faltosos foi a suspensão dos salários. O período de cadastramento foi de 21 de dezembro de 2009 a 5 de janeiro deste ano. O Diário Oficial do Município (DOM) de hoje publica a lista com o nome dos médicos que não compareceram ao cadastramento e que devem retornar ao trabalho imediatamente sob pena de serem demitidos no final do prazo estipulado. Ana Tânia informa que os médicos que se apresentarem serão lotados de acordo com as necessidades das unidades de saúde e com a quantidade de horas que foram contratados à época. "Nosso objetivo não é prejudicar ninguém, mas valorizar os profissionais que trabalham dignamente defendo o SUS e a população carente", argumentou. Ela explicou que os médicos que não aceitarem voltar ao trabalho deverão assinar um termo de exoneração.Entre os profissionais que não fizeram o recadastramento está a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (SindSaúde/RN), a pediatra Sônia Godeiro. A médica afirma que tentou fazer o recadastramento na própria secretaria, porém foi informada que não seria necessário por estar à disposição do sindicato. "Não estou lotada em nenhuma unidade, e sim à disposição do SindSaúde. Pela lei, tenho direito, mas vou procurar a secretaria novamente para informar o ocorrido", disse. Sobre a iniciativa da secretaria de suspender os salários e demitir os faltosos que não cumprem os horários como deveriam, Sônia concorda. "Aprovo a iniciativa da prefeitura porque as pessoas devem ser comprometidas com suas tarefas. Se sabe que tem que comparecer ao local de trabalho e não vai, sem apesentar a mínima justificativa, está errado. A prefeitura deveria aproveitar e fazer isso não só com os médicos, mas com as outras categorias", opina. A "sugestão" de Sônia já está sendo avaliada pela equipe da SMS. A secretária declarou que está fazendo um levantamento, inicialmente, dos agentes de saúde e de endemias que estão faltando ao trabalho ou chegando atrasados.
Serviço:
Recadastramento de médicosSe o nome do profissional estiver na lista do DOM de hoje ele deve apresentar-se à SMS, SMS preencher uma ficha e anexar cópias do RG, CPF, CRM, comprovante de residência e uma justificativa que será avaliada pela secretaria

DIÁRIO DE NATAL

Licitação do Estádio das Dunas vai atrasar

Apenas a cidade de Salvador, entre as sedes da Copa do Mundo de 2014, conseguiu concluir a licitação para a construção do seu estádio para a realização do Mundial de Futebol. O prazo estipulado pela Fifa para a conclusão do processo licitatório é até o final de fevereiro, porém, segundo o presidente do Comitê Gestor da Copa 2014 em Natal, Fernando Fernandes, a capital potiguar e as outras sedes estão negociando, individualmente, uma prorrogação deste prazo à Federação Internacional de Futebol."Somente a Bahia conseguiu concluir a licitação antes do prazo. Nosso processo está nos trâmites normais, porém estamos negociando com a Fifa a prorrogação do nosso prazo até o final de março. As outras capitais também farão a solicitação, mas cada uma com seu prazo próprio", explica Fernandes, que também é secretário Estadual de Turismo.O "trâmite normal" da licitação nas sedes da Copa de 2014 está sendo justificado pelo cuidado redobrado em não cometer erros duranteo processo licitatório que possam interromper as obras dos estádios e gerar prejuízos aos governos e até a exclusão da cidade do mundial. "Não estamos pulando etapas, para fazer tudo dentro dos trâmites legais. As empresas interessadas na construção do nosso estádio estão preparando suas propostas para
Secretário Fernando Fernandes está negociando com a Fifa um novo prazo Foto: Frankie Marcone/DN/D.A Press nos apresentar até o final de fevereiro. Aquela que tiver a (proposta) com menor custo para construir o estádio será a vencedora da licitação", explica Fernando Fernandes.Sobre a demolição do Machadão, o presidente do comitê gestão explica que a data só será conhecida após a escolha da empresa, pois dependerá do tempo de construção da nova arena apresentado pela vencedora da licitação. "A demolição só deve ocorrer na segunda metade deste ano, mais precisamente, no último trimestre", reforça Fernandes.


DIÁRIO DE NATAL

Abandono no bairro das Quintas

Obras paralisadas no posto de saúde, creche fechada, ruas esburacadas e sem sinalização, além da constante falta de água e da presença de um molok (recipiente para armazenar resíduos sólidos) em frente ao único espaço cultural do bairro. Esse é o atual cenário das Quintas, na zona Oeste de Natal, onde residem aproximadamente 30 mil pessoas. O poder público parece ter negligenciado o bairro com o abandono de obras sem justificativa, além de outros problemas enfrentados diariamente pelos moradores, que denunciam a situação.Morador das Quintas, o estudante Varderson Gomes, diz que um dos principais problemas enfrentados está relacionado a educação. "A Creche Municipal Maria do Socorro foi fechada há quase um ano para a realização de uma reforma. Desde então, a Prefeitura alugou um prédio para instalar um Centro Municipal de Educação Integrada (Cemei), onde funcionava uma escola há mais de 50 anos. A reforma no prédio da creche sequer foi iniciada e o Cemei nunca foi implementado. com isso, pais e as crianças foram prejudicados", protesta. Já a Escola Estadual Graciliano Lordão está com o laboratório de informática sem cadeiras e sem instrutor, inviabilizando seu funcionamento. "Os estudantes não podem usufruir do espaço, pois além das cadeiras, falta um instrutor para orientá-los", explica.O posto de saúde do bairro, a Unidade Básica Doutor Creso Bezerra está com as obras paralisadas há sete meses. O morador e educador Veridiano Leocádio, informa que "o local está abandonado. Além da reforma paralisada, a unidade não possui um clínico geral e o laboratório de análises foi retirado", protesta.Quanto à segurança, apesar de haver uma viatura da polícia para ronda, não há uma base fixa para a polícia. As reclamações dos moradores são muitas: as faixas de pedestres em vários pontos do bairro estão apagadas, não existem abrigos de ônibus no corredor viário e na principal rua do bairro, não há sinalização. "Essa situação das faixas e da falta de sinalização compromete a segurança de todos, pois o risco de acidentes é muito grande". Para o motorista Irapuã Moreira, outros problemas se arrastam há anos, sem solução. "Moro aqui há 55 anos, nascido e criado nas Quintas e as dificuldades são sempre as mesmas. Em cada esquina há um buraco, na maioria das vezes abertos pela Caern. Cavaram um em frente a minha casa e não vieram mais aqui, deixaram tudo aberto e eu mesmo tive que tapá-lo. Isso sem falar que praticamente todo dia falta água e quem não tem sorte de ter caixa d'água em casa, tem que recorrer a ajuda dos vizinhos", desabafa.

Mercado Público:
Com a colocação de um molok (recipiente para lixo) há cerca de cinco meses, pela Urbana em frente ao único espaço cultural do bairro, no palco construído na entrada do Mercado Público das Quintas, a população e os comerciantes locais foram diretamente prejudicados. "Isso nos impossibilita de realizar eventos culturais e religiosos da comunidade. Os comerciantes também reclamam, pois o mau cheiro incomoda quem frequenta o mercado", afirma Veridiano. "Não somos contra a presença dele. O que questionamos é o lugar onde foi colocado. Já pedimos a Urbana para retirá-lo, em vão. Agora vamos entrar com uma ação judicial, pois não podemos ficar de braços cruzados assistindo a essa situação. O bairro está em total abandono e nosso papel é protestar. É o nosso grito de socorro para que possam finalmente, melhorar as condições de vida dos moradores", finaliza.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Multas por estacionar em calçadas começam a ser aplicadas

O primeiro dia de vigência das multas para quem estaciona sobre as calçadas em Natal, dentro do projeto Via Livre, foi de muito trabalho para os fiscais da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). A equipe da TRIBUNA DO NORTE percorreu duas das mais movimentadas avenidas da cidade, exatamente onde teve início o trabalho de orientação dos condutores, a Prudente de Morais e a Hermes da Fonseca. Em ambas, a reportagem flagrou inúmeros casos de desrespeito à legislação.
Alguns estabelecimentos comerciais não ofereciam vagas de estacionamento com espaço suficiente para acomodar os veículos dos clientes, que terminavam ocupando todo passeio público. Outros motoristas, por falta de vagas nos estacionamentos, terminavam parando sobre o meio fio, tirando espaço da calçada e até mesmo da pista. Em outros casos, simplesmente tentavam “burlar” a fiscalização, parando os carros totalmente em cima da calçada, paralelos ao muro dos imóveis, na tentativa de deixar o espaço de 1,5 metro que a legislação exige. Durante a manhã desta segunda-feira (25), uma equipe da Semob fazia o trabalho de remoção dos veículos na Hermes da Fonseca, mas o guincho não havia sido utilizado até por volta das 10h. O motivo era a chance dada aos motoristas de retirarem seus veículos, após receberem a multa.“Nosso objetivo não é apreender os veículos, mas sim desobstruir as calçadas. Por isso é feita a notificação e é dada a oportunidade de o proprietário retirar o automóvel”, explicou o diretor de Fiscalização da Semob, Márcio Sá. Somente se o dono do carro se negasse a fazer a retirada, o guincho seria utilizado. A multa pelo estacionamento irregular nas calçadas é de R$ 127. Caso o motorista tente burlar a regra, estacionamento em paralelo aos imóveis, totalmente em cima da calçada, também pode ser multado por manobrar sobre o passeio público e a multa pode chegar a R$ 574. Se o veículo for guinchado, o proprietário pagará mais R$ 70, além do valor da estadia do automóvel no pátio da Semob.

TRIBUNA DO NORTE

PM prende seis por assalto à ônibus em Natal

Após os rodoviários fazerem uma paralisação em virtude da violência e os constantes assaltos aos ônibus urbanos de Natal, a Polícia Militar resolveu agir. Durante toda semana fez blitz por toda cidade, parando vários ônibus e revistando seus ocupantes.
Ontem a operação nos ônibus deu resultado: foram presos 6 assaltantes, em menos de 24 horas. Primeiro foi preso um casal de jovens assaltando um ônibus. E na noite de ontem, por volta das 22h, foram presos 4 homens assaltando um ônibus que faz linha 71 (Felipe Camarão/Centro). Lenilson Gomes da Silva e David Karllos Gomes Soares, 23 anos, e mais dois menores, um de 16 e outro de 17 anos que foram encaminhados para Delegacia Especial de Atendimento ao Adolescente, são os acusados do assalto. Com exceção de Lenilson, que mora na Rua dos Paiatis, Quintas, todos os outros são moradores do bairro de Bom Pastor.
As vítimas do assalto reconheceram todos os assaltantes e recuperam seus pertences. Os acusados confessaram o crime, mas alegam que não portavam nenhuma arma e apenas estavam bêbados quando resolveram fazer o assalto ao ônibus.
Os presos foram encaminhados ao Sistema Prisional do Estado e ficarão à disposição da justiça.


PORTAL NA BOCA DO MUNDO

Saúde e educação pública não funcionam nas Quintas

A falta de investimentos e manutenção de alguns equipamentos públicos, comum em toda Natal, parecem mais latentes em alguns bairros. Nas Quintas, zona leste da cidade, o descaso listado por moradores vai desde o fechamento de creches e Posto de Saúde, até a inutilização de espaços públicos devido a medidas implantadas pelo poder público, que não satisfazem a comunidade. Sem previsão de quando as unidades serão reativadas, muitos moradores são forçados a buscar serviços médico e escolar nos bairros vizinhos.Há sete meses, a unidade de saúde das Quintas está sem atendimento médico. A reforma iniciada, após ameaça de desabamento de parte do telhado, até agora não foi concluída e o serviço permanece desativado. No local, apenas distribuição de leite, medicamentos disponíveis na farmácia e encaminhamento para outros postos de saúde. À época, o laboratório de análises clínicas também foi interditado, desta vez pela Covisa devido ao esgoto que minava do piso. Os equipamentos, bem como o serviço foram distribuídos e segundo moradores, não deverá ser reativado. "Desde junho estamos nessa situação. Antes mesmo já não havia clínico geral atendendo. E apesar de buscar a secretaria municipal e termos audiência com a prefeita, não nos foi dado nenhuma previsão quando e se volta a funcionar. Isto por que a prefeita quer colocar o serviço em outras unidades. É uma situação de verdadeiro abandono, como se a população precisasse só de leite e remédio", disse Wanderson Gomes. A estrutura em pré-moldado já foi em parte restaurada, com colunas de cimento, telhado e piso. No entanto, a recuperação das instalações elétricas e hidráulicas, bem como da fachada do prédio, continuam sem conserto.Com a abertura das matrículas para o ensino infantil esta semana, a população enfrentou outra dificuldade. As duas creches do bairro estão desativadas. Uma delas, na Rua dos Pegas, há cerca de um ano, quando a Prefeitura alugou o prédio da antiga Escola Rotary para transferir o serviço. No entanto, a obra para adequação do espaço alugado, sequer foi iniciada. A outra, mantida pelo Movimento de Integração e Orientação Social (Meios), foi fechada no final do ano passado, após a transformação das creches em Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei), que passarão a ser geridas pela Secretaria de Educação. "As mães não sabem onde deixar as crianças e é uma comunidade que precisa desta atenção. Se não bastasse o número reduzido de vagas, agora fechou", criticou o professor Veridiano Leocádio. Segundo ele, outro problema grave é a instalação de um depósito de lixo subterrâneo em frente ao palco cultural do mercado público. O espaço antes usado por grupos da Igreja, de folclore, estudantes e instituições sociais "perdeu a serventia" com a colocação de lixo. Além de ocupar a área, o mau cheiro afasta espectadores dos espetáculos e a clientela dos bares e lanchonetes instalados no local. "É uma pouca vergonha! Estão minando todos os espaços e retirando o que conseguimos com grande luta", desabafou.

JORNAL DE HOJE

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

BAIRRO DAS QUINTAS É DESPRESTIGIADO PELO PODER PÚBLICO


O NOSSO QUERIDO BAIRRO DAS QUINTAS TÊM SIDO DESPRESTIGIADO PELO PODER PÚBLICO ESTADUAL E MUNICIPAL.

A NOSSA UNIDADE DE SAÚDE ESTÁ COM OBRAS PARALISADAS A CERCA DE 7 MESES, O NOSSO BAIRRO RECEBEU UMA VIATURA DE POLÍCIA MAS QUE NÃO HÁ CONTROLE POR FALTA DE UMA BASE FIXA DE POLICIA, AS FAIXAS DE PEDESTRES DE ALGUNS PONTOS ESTÃO APAGADAS, NÃO HÁ ABRIGOS DE ÔNIBUS NO CORREDOR VIÁRIO, NA RUA DOS PÊGAS PRINCIPAL RUA DO BAIRRO, FALTA SINALIZAÇÃO O QUE CAUSA VÁRIOS ACIDENTES, AS RUAS ESTÃO ESBURACADAS, FALTA AS PLACAS DE LOGRADOUROS NAS RUAS DO BAIRRO, O MERCADO PÚBLICO ESTÁ SEM A PLACA DE IDENTIFICAÇÃO, EXISTE ALGUNS PONTOS DE LIXO NO BAIRRO ALÉM DE QUE A URBANA COLOCOU UM MOLOK (BALDE DE LIXO) EM FRENTE A O PALCO DO MERCADO PÚBLICO. A CRECHE MUNICIPAL FOI FECHADA A CERCA DE UM ANO E A PREFEITURA ALUGOU UM PRÉDIO PARA IMPLANTAR UM CEMEI E JÁ FAZ UM ANO QUE O DINHEIRO É GASTO E O CEMEI NÃO FOI IMPLANTADO. A ESCOLA ESTADUAL GRACILIANO LORDÃO ESTÁ COM O LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA SEM AS CADEIRAS E SEM O INSTRUTOR PARA QUE POSSA FUNCIONAR.




MAS ESSES PROBLEMAS NÃO FICAM SEM SEREM DENUNCIADOS, RECENTEMENTE TENHO EXPOSTO TODAS AS NOSSAS DEMANDAS PARA A IMPRENSA LOCAL E PARA AS NOSSAS AUTORIDADES. ESPERAMOS QUE OS PROBLEMAS SEJAM RESOLVIDOS O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

ALMOÇO COM POLÍTICA 1

NA TARDE DESTA SEGUNDA-FEIRA DIA 04 A JUVENTUDE DO BAIRRO DAS QUINTAS SE REUNIU EM UM ALMOÇO PARA DISCUTIR A CERCA DE POLÍTICA COMUNITÁRIA. A JUVENTUDE DO MJQ (MOVIMENTO DE JOVENS DO BAIRRO DAS QUINTAS) SE REUNIU COM OS AMIGOS VANDERSON GOMES, ALEX MELO, OZIEL ROQUE, JEFFERSON SANDRO E VERIDIANO LEOCÁDIO E SAIU DA REUNIÃO COM UM ENTENDIMENTO A CERCA DE FORMAR UM GRUPO PARA PARTICIPAR DO PROCESSO ELEITORAL DO CONSELHO COMUNITÁRIO DO BAIRRO DAS QUINTAS. MAIS NOVIDADES EM BREVE...............

domingo, 3 de janeiro de 2010

ALMOÇO COM POLÍTICA

O ANO NOVO COMEÇOU PARA MIM A BASE DE MUITA PROSA. O MOTIVO É QUE O BAIRRO DAS QUINTAS ONDE MORO, VIVE AS PRÉVIAS DE UM PROCESSO ELEITORAL QUE OCORRE EM ABRIL PARA O CONSELHO COMUNITÁRIO. NA TARDE DESTE DOMINGO DIA 03 DE JANEIRO ESTIVE EM UM ALMOÇO COM CARDÁPIO REGADO A MUITA POLÍTICA COMUNITÁRIA. ESTIVE COM OS AMIGOS VERIDIANO LEOCÁDIO E JEFFERSON SANDRO. RESULTADO DESSAS CONVERSAS NUM FUTURO PRÓXIMO.